Back to top

A DEFINIÇÃO DA EUROPA

O que é a Europa? A Geografia mostra-nos que a Europa nunca constituiu um espaço claramente definido. O nome do continente provém do antigo mito grego de Europa, história que tem sido reinterpretada, como a própria História, sob diversas perspetivas ao longo do tempo.

A Europa é descrita através dos seus feitos e tradições, mas o que a distingue dos outros continentes? Podemos afirmar que temos um passado europeu em comum quando a História afetou os povos de forma diferente? Podemos encontrar alguma afinidade: um repositório da memória europeia?

Entrance to Shaping Europe second floor

REDESENHAR O MAPA DA EUROPA

Onde começa e termina a Europa? Desde a Antiguidade que tem sido descrita como distinta, moldada cultural e historicamente. Contudo, geograficamente, a Europa e a Ásia formam um continente.

O interesse da Europa pelos mapas e pela cartografia tem uma longa e diversificada história que recua à Grécia e à Roma antigas. A descoberta de rotas marítimas para as Américas no século XV alterou não apenas a visão dos europeus sobre o mundo conhecido mas também a forma como se viam a si próprios.

O MITO DE EUROPA

Europa, uma princesa mítica da Fenícia - hoje em dia o Líbano - é raptada pelo deus grego Zeus, que lhe aparece sob a forma de um touro branco. Tendo-se apaixonado pela sua beleza, leva-a para a ilha de Creta.

O nome de Europa tem sido associado a este mito, desde a Antiguidade até aos nossos dias. Surge na arte, na literatura, na religião e na política, onde a história e as imagens são, com frequência, reinterpretadas a fim de refletirem as questões da atualidade.

A HERANÇA EUROPEIA

O que une o continente? O que se poderá considerar herança europeia?

A Europa é mais do que a soma das histórias nacionais, mas é uma civilização e uma cultura caracterizadas por tradições e valores específicos desenvolvidos ao longo da História?

Existem elementos básicos que são originariamente europeus e que se espalharam por todo o continente. Podem estes ser considerados marcas distintivas da cultura europeia? Se assim for, que partes desta herança europeia devemos preservar, o que queremos mudar, o que devemos contestar?

A MEMÓRIA

Se recordarmos o passado, podemos evitar a repetição dos seus erros? A memória é considerada fundamental. Quer para indivíduos quer para grupos sociais, constitui a base da aprendizagem e da consciencialização.

No entanto, a memória é um fenómeno complexo. É seletiva e inseparável do esquecimento. As nossas memórias constituem uma parte essencial da História e influenciam profundamente o nosso presente e o nosso futuro. A forma como recordamos a mesma história muda constantemente.